Fortuna

céu fluindo

Teve um dia, eu me lembro, em que entendi que o que saía do meu forno não era comida, mas sim confirmação. Sempre tive dimensão do chamado, embora não respondesse com naturalidade, e talvez por isso, pela desconfiança, demorei a aceitar, demorei a começar a operar a magia. Dentre tudo o que havia a temer, foi a solidão. Essa sensação de não ter vindo de lugar nenhum, de não ter linhagem pra respeitar, de seguir sem dar satisfação, tão livre quanto desamparada. A solidão reteve meu gesto suspenso. A solidão me nomeou por muitos anos.

A casa cheira a café e especiarias. O cheiro carrega o incontável do tempo, uma multidão antiga que sempre está a me acompanhar. Já não estou sozinha, irmanada a toda gente, parte em todo universo, nem mais, nem menos. Sou feita a mesma matéria que tudo o mais, ligada ao mundo por esse silêncio atávico e pela fluidez irrepresável. Daquela que fui para esta que estou sendo, o que mudou é que a magia me tem querido assim: manifestação da minha própria transformação.

Deito o café na xícara, deixo o pó assentar. Do forno, o bolo que foi intuído: maçã, canela, cravo, noz moscada. Minha avó soprando que a herança era minha. “Teu dote, teu reino!” Sorrio, aceito, deixo que eles trabalhem em mim. Abdico do meu poder pelo poder da terra. Como, faminta.

bolinho de maçã

BOLO DE MAÇÃ E ESPECIARIAS E CAFÉ TURCO

INGREDIENTES: 4 maçãs, leite vegetal, semente de linhaça, óleo, estévia, farinha de arroz, fécula de batata, polvilho doce, fermento, noz moscada, canela, cravo. Para o café: grãos de café moído bem fino, cardamomo, água, açúcar.

ingredientes-bolodemaca

Comece cortando a maçã no meio, no sentido horizontal. Olhe para ela, bem no centro. Tá vendo? A surpresa e o encantamento são a porta para a magia que reside dentro de todas as coisas! Bom: coloque as 4 maçãs, descascadas e picadas, no liquidificador. Lá, também, coloque 1 xícara de leite vegetal, ¼ de xícara de óleo, 1 xícara de estévia culinário, 2 colheres de sopa de linhaça hidratada na água e uma pitada generosa das especiarias: canela, cravo e noz moscada. Batendo bem, vai ficar um líquido ligeiramente espesso, que a gente vai misturar com 3 xícaras de mix de farinha sem glúten e 1 colher de sopa de fermento. Você pode usar um mix de farinhas pronto ou fazer o seu mix em casa, misturando 3 xícaras de farinha de arroz com 1/3 de xícara de polvilho doce e 2/3 de xícara de fécula de batata. Assei em formas pequenas, de cupcake, mas pode assar em forma de bolo normal (a quantidade dá 1 forma redonda de furo no meio, ou 12 cupcakes). Lembrando que existem dois segredos pro bolo vegano dar certo: fogo baixo e forma com furo, que distribui melhor o calor. Depois de meia hora pode abrir o forno e fazer o teste do palito!

ingredientes-cafeturco

O café turco é um ensinamento: une o ritual da preparação correta, o da degustação e o da leitura da sina. Para preparar o café, você vai precisar moer o grão bem fino, na textura de um talco. Se não tiver um moedor em casa, pode pedir pra moer ou comprar o pó já moído (à turca). Também é bem tradicional moer o cardamomo junto do grão de café – tem até alguns pós para café turco que já vem com cardamomo. Existe um bule típico para se fazer café turco, chamado cezve, que tem 3 funções principais: ele tem um cabo comprido, que protege a mão de queimaduras durante o preparo, a boca mais estreita do que a base proporciona o surgimento de espuma e o bico facilita a hora de servir. Então, você vai colocar 1 colher do pó de café, 1 colher de açúcar e 1 xícara (use a que você vai servir como medida) de água, direto no cezve. Se preferir, pode fazer o café sem açúcar, mas eu gosto de colocar porque ele ajuda o pó a aderir na parede da xícara, na hora de fazer a leitura. Mexa bem todos os ingredientes e leve ao fogo baixo. Você vai esperar ferver a primeira vez (se você estiver usando um cezve, o café vai subir até quase a borda), retirar do fogo por alguns segundos, colocar no fogo de novo. Quando ferver de novo, faz o mesmo procedimento: tira, espera um pouco, coloca de novo. O café tem que ferver 3 vezes. Depois, é só servir na xícara, e deixar o pó decantar por uns 2 minutinhos, antes de beber. O pó vai ficar depositado no fundo da xícara, e você deve beber o café até sentir a borra chegar na boca. Aí, poderá proceder na leitura da borra de café. Coloque o pires sobre a xícara e vire a xícara ao contrário, num movimento rápido. Deixe descansar nessa posição um pouquinho. É tradição colocar uma moeda em cima da xícara, caso alguém esteja abrindo a xícara para você, pra que a pessoa que está fazendo a leitura tenha prosperidade. Eu gosto de colocar a minha aliança (“não quero dinheiro, eu só quero amaaar”…), e sei que já posso abrir a xícara quando o anel está quente. Então, use tudo o que você puder pra enxergar os padrões criados pela borra de café na xicara. Interpretar é nada mais do que deixar a criança falar a forma que vê nas nuvens. Quem diria, a tua xícara de café, do tamanho desse céu…

update: receita atualizada para a versão sem glúten!

bolo de maçãcafé turco

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s